RESENHA | UMA NOITE COMO ESTA – JULIA QUINN

  • ISBN: 9788580416640
  • Autor: Julia Quinn
  • Ano de Lançamento: 2017
  • Número de Páginas: 272
  • Série: Quarteto Smythe-Smith #2
  • Gênero: Romance de Época / Literatura Estrangeira / Romance / Ficção
  • Editora: Arqueiro
  • Classificação:

    ★★★★★

  • Sinopse: Daniel Smythe-Smith passou três anos exilado na Itália depois de um duelo com seu amigo, o gênio matemático Hugh Prentice, e quase o fez perder uma perna. Com isso o pai de Hugh, Lorde Ramsgate, o ameaçou dizendo que se ele não saísse do país seria morto, mas um dia ele recebe a visita de seu amigo, que o libera para voltar à Inglaterra...
    Ele volta justamente no dia da apresentação do Quarteto, mas encontra uma pessoa diferente ao piano (já que sua prima Sarah fingiu estar doente para não participar, Anne Wynter, a governanta das irmãs dela a substituiu), ao olhar para ela, ele fica encantado e, ao final da tortura apresentação ele corre para encontrá-la. Ao vê-la, não resiste e a beija, mesmo sem conhecê-la direito e ela, depois de um tempo escapa dele e se esconde.
    Por falar em se esconder, Anne Wynter (ou melhor, Annelise Shawcross) esconde seu passado de todos, pois ela teve que se afastar de sua família, após ser enganada e humilhada por seu amado, que prometeu se casar com ela, sendo que na verdade já estava comprometido com uma mulher mais rica. Além de ter perdido a virgindade, o que já era terrível, ainda leva toda a culpa pelo que aconteceu, e por isso, ela não pode mais ter contato com a família e ela é levada para viver como governanta numa residência na Ilha de Man. Depois de um tempo, Anne foi contratada para cuidar das meninas Pleinsworth, primas de Daniel. E apesar da tentativa de manter seu passado oculto, a Lady Pleinsworth desconfiava que ela era de origem nobre e tinha motivos para negar sua criação.
    Daniel, ao saber que Anne é a governanta de suas primas, resolve ir sempre à casa Pleinsworth sob o pretexto de vê-las, e sempre ia passear com elas, porque sabia que ela iria junto. E, com isso eles vão ficando cada vez mais apaixonados, mesmo que ela não adimita. Mas, o que ele não sabe, é que os segredos de Anne, vão além do tipo de criação que teve, e que agora, mais do que nunca, precisará conhecer o seu passado, pois ambos estão correndo perigo, e, desta vez, não tem nada a ver com o Lorde Ramsgate ou o duelo.

Uma Noite Como Esta é o segundo livro do quarteto Smythe-Smith.

Daniel Smythe-Smith, irmão de Honoria (protagonista do primeiro livro), arruinou sua vida a três anos quando duelou com Hugh Prentice, deixando-o com um ferimento gravíssimo na perna, Daniel foi jurado de morte pelo pai de Hugh e foi obrigado a se exilar. Ele vagou pela Europa por 3 anos, antes de Hugh se recuperar e fazer seu pai mudar de ideia, afinal, eles eram amigos e talvez nenhum dos dois tenha sido culpado.

Após 3 anos Daniel volta para casa e por coincidência é dia do concerto mais desastroso de Londres, o Concerto tradicional dos Smythe-Smith, contudo existe algo errado, há uma moça diferente, nunca vista por seus olhos, tocando piano no lugar de sua prima. Preciso continuar? É claro que Daniel é atraído pela moça, e decide que precisa beijá-la!

Anne Wynter, governanta das primas mais novas de Daniel, obrigada a tocar no lugar de Sarah, que por um infortúnio se diz doente e incapaz de tocar. Stra. Wynter é rodeada por segredos, uma moça com aura misteriosa, que ninguém conhece o passado. Entretanto, Anne é relutante as investidas de Daniel, mesmo o querendo com todas as suas forças! Algo do passado não deixa ela ir para a frente.

Mais uma vez temos o clichezinho do amor à primeira vista, e gente, tô nem! Eu adorei esse livro – mesmo no começo ele sendo meio arrastadinho, e Daniel não sendo o melhor dos mocinhos, mas que me conquistou depois que eu pude conhecer o melhor dele – eu amei! O livro te prende do meio em diante e você não consegue mais largar, é cheio de ação (sim senhores, ele tem ação *na medida da época, é claro rs*), reviravoltas,  segredos, momentos engraçados e sedução. Um prato cheio para mim, e acredito que para muitos de vocês também!

Adorei o livro, e adorei também conhecer mais das primas Harriet, Elizabeth e em especial, Frances (minha Pleinsworth preferida)! Me diverti muito com a inocência delas. Enfim gente, um maravilhoso romance na medida Julia Quinn <3

Quando comprei os livros, optei pela edição especial que vem em um box lindo, com os quatro livros da série + brindes (Cards com a capa dos livros e Marcadores Magnéticos).

A sequência de livros é composta por: Simplesmente o Paraíso (livro 1), Uma Noite como Esta (livro 2), A Soma de Todos Os beijos (livro 3) e Os Mistérios de Sr, Richard (livro 4).

Este é o primeiro livro da série (ou melhor, do quarteto) Quarteto Smythe-Smith, e vai
Lady Calpurnia, mas melhor chama-lá de Callie, é uma dama da mais alta sociedade que
Em uma certa manhã, Gregor Samsa acorda desconfortável em sua cama, quando decide se levantar
O livro conta a história de 3 irmãs gêmeas, que foram separadas ainda crianças, para
  Como a vida pode ser breve mas ao mesmo tempo eterna. O amor é

Deixe uma resposta