RESENHA | TRÊS COROAS NEGRAS – KENDARE BLAKE

  • Autor:Kendare Blake
  • Ano de Lançamento:2017
  • Número de Páginas:304
  • ISBN:9788525060792
  • Gênero:Fantasia / Ficção / Jovem adulto / Literatura Estrangeira
  • Editora:Globo Alt
  • Classificação:
    ★★★★★
  • Compre Aqui: Amazon
  • Sinopse:Três herdeiras da coroa, cada uma com um poder mágico especial. Mirabella é uma elemental, capaz de produzir chamas e tempestades com um estalar de dedos. Katharine é uma envenenadora, com o poder de manipular os venenos mais mortais. E Arsinoe é uma naturalista, que tem a capacidade de fazer florescer a rosa mais vermelha e também controlar o mais feroz dos leões.

    Mas para coroar-se rainha, não basta ter nascido na família real. Cada irmã deve lutar por esse posto, no que não é apenas um jogo de ganhar ou perder: é uma batalha de vida ou morte. Na noite em que completam dezesseis anos, a batalha começa.

O livro conta a história de 3 irmãs gêmeas, que foram separadas ainda crianças, para que num futuro lutem pelo reinado, pois apenas uma pode se tornar rainha. Até ai ok, mas o mais interessante é que cada uma possui uma dádiva, ou melhor dizendo, um poder. Os poderes são: a dádiva de envenenamento, a dádiva de dominar os elementos e a dádiva da natureza e controle dos animais. Basicamente é isso, e só bastou essa premissa para me fazer querer o livro, pois adoro esse tema, bem X-Mens sabe?

Mas vamos as minhas impressões:

No início o livro é um tanto confuso, pois assim que começa você já está dentro da história, a autora não para e te explica a situação, ela vai te introduzindo nela, o que foi um ponto positivo para mim, pois me senti imersa no contexto. Mas temos o fato de aparecer muitos personagens, pois cada capítulo é referente a vida de uma rainha, o que pode te deixar um pouco confuso, mas ao passar dos capítulos já dá pra se ambientar legal.

Um ponto ruim na história, uns certos relacionamentos aí, que eu achei muito forçado e sem necessidade nenhuma. Os romances em si são bem sem graça, não gostei de nenhum, porém não me importei com isso.

Outro ponto legal desse livro é o feminismo. A mulher é responsável por tudo, elas é que são as rainhas, elas que precisam ”lutar” pela coroa, e elas é que precisam escolher um rei, que no caso é insignificante. Porém, achei o feminismo um tanto perdido, acho que ela não soube trabalhar bem tudo o que ela teria a oportunidade.

E não temos cenas de ação, se é isso o que você está esperando, sinto muito, mas, contudo e entretanto, a história está sendo construída, isso é bem claro no livro, o que dá espaço para futuras tretas.

Apesar desses pontos negativos, o livro é suuuper interessante, eu fiquei totalmente imersa, a autora conseguiu me prender do início ao fim, e que FIM! É tanto plot twist que ao terminar você começa a imaginar mil teorias para os próximos livros, que no caso, eu espero que ela conserte esses pontos negativos. Mas gente, leiam! Vocês não vão querer largar! A série tem muito para ser explorada e crescer, assim eu espero.

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

18 − 9 =