RESENHA | O MISTERIOSO CASO DE STYLES – AGATHA CHRISTIE

A trama está envolvida pela morte de uma senhora rica, possivelmente envenenada. Na propriedade os presentes eram: seus dois enteados do primeiro casamento, seu novo marido 20 anos mais jovem, sua Nora, uma mocinha em que a falecida acolheu, os criados e nosso caro Hastings, narrador e amigo do detetive belga Hercule Poirot, que é chamado por ele para investigar o possível assassinato.

Quem será o culpado? Vou parar por aqui pois não gosto de dar muitos detalhes sobre os livros da Agatha, quando pego um para ler nem sinopse eu gosto de saber, devido a isso faço esse post em forma de impressões, totalmente sem spoilers.

Esse foi o primeiro livro publicado pela minha rainha do crime Agatha, e digo que não deixou nada a desejar, pelo contrario, mostrou que tem talento. E que talento!

A todo momento ela vai jogando pistas na sua frente que vão causando tanta suspeita de quem é o assassino que sua cabeça só consegue dar nós encima de nós! E é isso que eu amo nos livros dela, essa genialidade e o fato dela nos fazer de trouxas ?

O que mais me chamou a atenção nesse livro é que TODOS são suspeitos! Não consegui em momento algum implicar com uma personagem e dizer: é esse o assassino! Muito pelo contrário, eu via pistas atrás de pistas mas nada concreto, nada que me fizesse ter certeza do meu suspeito.

A trama toda é instigante, sem falar nos sarcasmos e ironias de Poirot, que é genial e sempre me tira risos ? Um detalhe importante são os detalhes (risos). Se apegue a eles e preste bem atenção porque eu tenho certeza que no final você ainda vai pensar: nossa, como eu deixei isso passar!

Finalizando essa postagem eu me dei conta de que essa é a primeira resenha postada por aqui da minha autora preferida! Como assim? rs. Contudo, é a primeira resenha do primeiro livro publicado por ela, nada mais justo né não? <3

Compartilhe esse post

Este post tem um comentário

  1. Lary Zorzenone

    Olá
    Li esse livro mês passado. Comecei um projeto pra ler um livro da autora por mês e esse foi o segundo que li dela (já tinha lido um alguns anos atrás). A escrita dela é muito envolvente. Também não leio nem sinopse antes de iniciar uma leitura. Prefiro que tudo seja uma grande surpresa.

    Vidas em Preto e Branco

Deixe um comentário

20 − dezenove =